Premium Nuno Nepomuceno: "Acho que a morte do Papa João Paulo I não foi natural"

O género literário do thriller está em alta junto dos leitores e um dos primeiros livros a chegar às livrarias é o exemplo desse registo. A Morte do Papa é o sétimo mistério de Nuno Nepomuceno.

O inesperado fim do Papa João Paulo I é o tema do thriller A Morte do Papa. Albino Luciani, o nome verdadeiro do sumo pontífice que morreu ao fim de 33 dias de papado em 1978, não foi uma escolha difícil para o autor Nuno Nepomuceno, que nos últimos livros publicados se aproximou das principais religiões nas suas narrativas.

Apesar de o papa que protagoniza o livro ser Mateus I, o leitor percebe de imediato que é o primeiro João Paulo o visado, sendo que os mais distraídos chamados à atenção para o verdadeiro papa com uma nota na contracapa - "inspirado na vida e morte de João Paulo I - ou outras advertências. "Queria escrever um thriller religioso, mas quando terminei A Última Ceia não tinha qualquer ideia definida além do assunto: a Igreja Católica. Então, fui à procura de mistérios e encontrei alguns, entre os quais a morte de João Paulo I. Era o mais adequado e ao começar a investigar surgiram logo ideias", justifica Nuno Nepomuceno.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG