Rapper canadiano morre ao cair de um avião

Jon James McMurray, de 33 anos, morreu depois de caminhar na asa de um avião enquanto fazia rap

Jon James McMurray morreu no sábado ao cair de um avião depois de fazer acrobacias que incluíam fazer rap enquanto caminhava sobre uma das asas. O juiz de instrução da província canadiana de British Columbia reiterou, segundo a Associated Press, que o rapper de 33 anos estava com uma equipa a filmar acrobacias e saltos aéreos quando o acidente aconteceu.

O manager de McMurray Ryan Desrochers disse que o rapper treinara "intensivamente" para as acrobacias mas, ao avançar para uma das asas, o pequeno avião Cessna "entrou numa espiral descendente que o piloto não conseguiu corrigir".

McMurray, disse o seu manager, manteve-se demasiado tempo na asa e quando abriu o paraquedas era demasiado tarde. Jon James McMurray morreu com o impacto. O avião, todavia, aterrou em segurança.

O rapper era casado com a modelo da Playboy Kali James. Na página GoFundMe que a mulher, família e amigos criaram lê-se que Jon James trabalhara "apaixonadamente" e "durante meses" neste projeto que agora filmava. Com a angariação de fundos que procuram fazer através desta página, o grupo espera poder fazer uma "celebração da sua vida", alternativa a um funeral tradicional, e publicar a sua obra de música e filmes para que o mundo"veja, oiça, espalhe e aproveite".

"Ele documentou a sua vida desde os 12 anos até à sua morte. Ele tem centenas de faixas e novos álbuns que gravou e preparou para nós publicarmos caso morresse", lê-se ainda.