Primeira seleção do Man Booker Internacional quase dá a volta ao mundo

A primeira lista de finalistas do Prémio Man Booker Internacional 2019 já foi revelada. O próximo passo é a 9 de abril, com a short list, e o anuncio dos vencedores (autor e tradutor) a 21 de maio.

São treze os romances escolhidos pelo júri do Prémio Man Booker Internacional e candidatos a receber 50 mil libras - divididas entre autor e tradutor - a 21 de maio. As nacionalidades dos autores vão desde a China, à Coreia do Sul, Colômbia a Omã, mas o que mais se destaca é serem autores editados na maioria por pequenas editoras.

Segundo a presidente do júri, Bettany Hughes, "este é um ano em que os escritores utilizam as suas memórias pessoais e políticas" e demonstram até "onde a ficção pode ir".

Uma das curiosidades da seleção é a presença da vencedora do prémio em 2018, a polaca Olga Tokarczuk, autora que teve recentemente traduzido para português o seu romance Viagens pela Editora Cavalo de Ferro.

Esta é a última vez que o prémio terá a denominação Man Booker, pois o Grupo Man deixa de patrocinar o prémio e será substituído pela Fundação Crankstart.

Os 13 autores finalistas

Celestial Bodies de Jokha Alharthi (Omã), traduzido do árabe por Marilyn Booth (Sandstone Press)

Love in the New Millennium de Can Xue (China), traduzido por Annelise Finegan Wasmoen (Yale University Press)

The Years de Annie Ernaux (França), traduzido por Alison Strayer (Fitzcarraldo Editions)

At Dusk de Hwang Sok-yong (Coreia do Sul), traduzido por Sora Kim-Russell (Scribe)

Jokes for the Gunmen de Mazen Maarouf (Islândia e Palestina), traduzido do árabe por Jonathan Wright (Granta)

Four Soldiers de Hubert Mingarelli (França), traduzido por Sam Taylor (Granta)

The Pine Islands de Marion Poschmann (Alemanha), traduzido por Jen Calleja (Serpent"s Tail)

Mouthful of Birds de Samanta Schweblin (Argentina e Itália), traduzido do espanhol por Megan McDowell (Oneworld)

The Faculty of Dreams de Sara Stridsberg (Suécia), traduzido por Deborah Bragan-Turner (Quercus)

Drive Your Plow Over the Bones of the Dead de Olga Tokarczuk (Polónia), traduzido por Antonia Lloyd-Jones (Fitzcarraldo Editions)

The Shape of the Ruins de Juan Gabriel Vásquez (Colômbia), traduzido por Anne McLean (MacLehose Press)

The Death of Murat Idrissi de Tommy Wieringa (Holanda), traduzido por Sam Garrett (Scribe)

The Remainder de Alia Trabucco Zerán (Chile e Itália), traduzido por Sophie Hughes (And Other Stories)

Ler mais

Exclusivos