Morreu Maria José Mauperrin, uma das vozes mais conhecidas da rádio portuguesa

Locutora trabalhou na Emissora Nacional, Rádio Clube Português e Rádio Comercial

A locutora e realizadora de programas Maria José Mauperrin, que passou pela Emissora Nacional, Rádio Clube Português e Rádio Comercial, sendo uma das vozes mais conhecidas da rádio portuguesa, morreu esta sexta-feira, em Lisboa, aos 89 anos.

Segundo a informação dada à agência Lusa por familiar, Maria José Mauperrin morreu no hospital, onde estava internada há dias.

Maria José Mauperrin foi a primeira realizadora de rádio em Portugal e uma das primeiras locutoras, tendo dado voz e criado programas na Emissora Nacional, Rádio Clube Português e Rádio Comercial.

Ficou conhecida pelos programas "Café Concerto" e "Quatro temas em dezembro".

Além da rádio, foi colaboradora do jornal Expresso durante vários anos e fez várias peças jornalísticas com foco na área cultural, como reportagens e entrevistas a personalidades de relevo.

Era mãe do jornalista Mário de Carvalho, que trabalhou na Lusa.

Numa nota entretanto divulgada, a família afirma que Maria José Mauperrin "viveu uma vida preenchida, com o amor e carinho de familiares e amigos que lembram com saudade o seu conhecimento e inteligência".

O velório de Maria José Mauperrin realiza-se no domingo, entre as 17:00 e as 21:00, no Centro Funerário Santa Joana Princesa, em Lisboa. Depois será cremada na segunda-feira, numa cerimónia privada.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Crespo

E uma moção de censura à oposição?

Nos últimos três anos, o governo gozou de um privilégio raro em democracia: a ausência quase total de oposição. Primeiro foi Pedro Passos Coelho, que demorou a habituar-se à ideia de que já não era primeiro-ministro e decidiu comportar-se como se fosse um líder no exílio. Foram dois anos em que o principal partido da oposição gritou, esperneou e defendeu o indefensável, mesmo quando já tinha ficado sem discurso. E foi nas urnas que o país mostrou ao PSD quão errada estava a sua estratégia. Só aí é que o partido decidiu mudar de líder e de rumo.