Estas são as primeiras imagens da última temporada de "Game of Thrones"

A HBO divulgou as primeiras imagens da oitava, e última, temporada da série. Estão 'perdidas' num vídeo promocional do canal de televisão

Jon Snow abraça Sansa. Com essa cena, que não dura mais de cinco segundos, os seguidores da série Game of Thrones tiveram contacto com as primeiras imagens da oitava e última temporada da série. Passou um ano desde que os últimos episódios estrearam.

A HBO divulgou no domingo, dia 26, um vídeo carregado de imagens das séries em que aposta para 2019. Estão lá Big Little Lies, True Detective e, à marca do minutos e dez segundos, a imagem do ator Kit Harington abraçando Sophie Turner.

A data de estreia dos novos episódios ainda não foi revelada. Sabe-se que serão os últimos, que haverá uma prequela do formato e que deverá estar no ar no primeiro semestre de 2019. Notícias entretanto publicadas pela imprensa norte-americana apontam para o mês de maio.

As gravações dos oito episódios da série terminaram no início de agosto, como deixaram perceber alguns atores nos seus emotivos posts de despedida.

Maisie Williams disse adeus a Belfast no dia 7 de julho, "Que alegria vivi".

Emilia Clarke publicou uma fotografia com flores acompanhada de uma mensagem. "Entrei num barco para uma ilha para dizer adeus à uma terra que tem sido a minha casa longe de casa há quase uma década", começava. Seguia-se o agradecimento. "Obrigada pela vida que nunca sonhei viver e a família de que nunca deixarei de sentir faltar.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

"Petróleo, não!" Nesta semana já estivemos perto

1. Uma coisa é termos uma vaga ideia de quão estupidamente dependemos dos combustíveis fósseis. Outra, vivê-la em concreto. Obrigado aos grevistas. A memória perdida sobre o "petróleo" voltou. Ficou a nu que temos de fugir dos senhores feudais do Médio Oriente, das oligopolísticas, campanhas energéticas com preços afinados ao milésimo de euro e, finalmente, deste tipo de sindicatos e associações patronais com um poder absolutamente desproporcionado.