Famoso fotógrafo italiano Giovanni Gastel morre aos 65 anos

Na década de 1980 começou a ganhar a fama ao trabalhar para grandes casas de moda de luxo como a Versace. Fez ainda ensaios famosos com Barack Obama, Johnny Depp e Maradona.

O fotógrafo italiano Giovanni Gastel, famoso e admirado internacionalmente pelas suas fotografias das grandes casas de moda, morreu neste sábado aos 65 anos, na sequência de uma infeção pelo novo coronavírus, noticiaram os media italianos.

Gastel tinha sido internado de urgência em Milão, depois do seu estado de saúde agravar-se, na sequência da infeção.

Entre as personalidades que imortalizou durante os seus vários anos de carreira profissional estão o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama, o ator Johnny Depp ou o já falecido futebolista argentino Maradona.

Nascido em Milão, em 27 de dezembro de 1955, Giovanni Gastel mudou a a perceção da imagem no mundo da muda, com o seu estilo brilhante, mas original e com toques de ironia.

Era parente do conhecido realizador Luchino Visconti.

Filho de Giuseppe Gastel e Ida Visconti di Modrone, era o mais novo de sete irmãos.

Entre 1975 e 1976, Giovanni Gastel trabalhou com a prestigiada leiloeira britânica Christie's e na década dos anos 80 começou a ganhar a fama que passou a trabalhar para grandes casas de luxo como Versace, Missoni ou Salvatore Ferragamo.

Nos 90 começou a colaborar com o mundo da moda francesa, com as casas Dior, Nina Ricci e Guerlain.

O Museu Nacional das artes dos século XXI de Roma, MAXXI, tinha dedicado recentemente uma exposição com o nome "Giovanni Gastel. As pessoas que eu gosto", em homenagem à sua extensa carreira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG