Carlos Cruz sofreu um AVC mas ficou sem sequelas

Ex-apresentador foi socorrido pela filha Marta, quando há 15 dias lhe telefonou a dizer que se sentia mal. Sofreu um AVC, que não deixou sequelas, e já se encontra em casa a recuperar.

O ex-apresentador Carlos Cruz sofreu um acidente vascular cerebral (AVC), mas já se encontra fora de perigo, depois de alguns dias de internamento no hospital.

O episódio terá ocorrido em casa, quando Carlos Cruz começou a sentir-se mal, tendo o antigo apresentador de televisão sido socorrido pela filha Marta, a quem telefonou a avisar que estava a sentir-se mal.

Carlos Cruz foi submetido a uma série de exames médicos mas acabou por ter alta, e já se encontra a recuperar em casa, estável, sem ter ficado com sequelas do AVC, avança a revista Nova Gente.

O antigo apresentador, de 77 anos, tinha sido submetido a uma cirurgia, no último ano, devido a um tumor no fígado.

Carlos Cruz foi detido e acusado de pedofilia no âmbito do "processo Casa Pia", em 2003, tendo sido condenado a seis anos de prisão efetiva Em julho de 2016, deixou a prisão da Carregueira e está atualmente em liberdade condicional.

O ano passado, o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos deu razão ao apresentador de televisão, quando este se queixou que o Tribunal da Relação não tinha aceite provas que apresentaram em sede de recurso. E é com base nesta decisão que Ricardo Sá Fernandes, o seu advogado, está a finalizar um recurso para o Supremo Tribunal de Justiça, o qual espera entregar até janeiro, disse ao DN o próprio..

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG