Acusações contra ator de Empire são retiradas

Jussie Smollett, ator da série da Fox, que era acusado de encenar um crime de ódio e apresentar um falso relatório policial, diz que tem "sido sincero e consistente a todos os níveis desde o primeiro dia" e agradeceu a quem o apoiou.

Todas as acusações contra o ator de Empire, Jussie Smollett - acusado de encenar um crime de ódio e apresentar um falso relatório policial - foram retiradas esta terça-feira, de acordo com os seus advogados. "Eu tenho sido sincero e consistente a todos os níveis desde o primeiro dia", disse o ator após a audiência. "Eu não seria filho da minha mãe se eu fosse capaz de apenas uma gota do que eu fui acusado" afirmou, citado pela CNN.

Smollett agradeceu à sua família, amigos e às "pessoas incríveis de Chicago e de todo o país e de todo o mundo que rezaram por mim, que me apoiaram".

Após a audiência, a advogada do ator, Patricia Holmes, disse que o Estado tomou a decisão legal de selar os registos e suspender as acusações. A advogada deixou um pedido à polícia de Chicago durante a conferência de imprensa, afirmando que não vale a pena "saltar à frente e utilizar a imprensa para condenar as pessoas, antes destas serem julgados em tribunal".

O procurador que retirou as acusações contra o ator explicou a decisão do Estado num comunicado: "Depois de analisar todos os fatos e circunstâncias do caso, incluindo o serviço voluntário do Sr. Smollett na comunidade e o acordo para perder a sua ligação com a cidade de Chicago, acreditamos que este resultado é uma disposição justa e uma resolução apropriada para este caso".

O canal Fox, que emite a série Empire, disse não ter nada a comentar, de acordo com um porta-voz do canal. Depois de o ator ser acusado, o canal optou por remover a sua participação dos dois últimos episódios da quinta temporada.

O ator Jussie Smollett, conhecido pelo seu papel em Empire, foi acusado após ter apresentado uma alegada falsa denúncia de agressão racista e homofóbica. Smollett disse à polícia no final de janeiro que tinha sido agredido por dois homens quando tinha ido comprar comida a um restaurante às 02.00 da madrugada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG