Valério Romão e Gonçalo M. Tavares selecionados para prémio francês Femina 2016

Dois livros portugueses nos pré-nomeados para o prémio literário francês.

Os escritores Valério Romão e Gonçalo M. Tavares foram selecionados para o prémio literário francês Prix Femina 2016, pela tradução francesa das obras "Autismo" e "Matteo perdeu o emprego", respetivamente.

De acordo com a organização, a primeira seleção de obras candidatas ao prémio conta com 18 romances franceses e 14 estrangeiros que tiveram tradução para língua francesa. Os finalistas serão conhecidos a 14 de outubro e o vencedor no dia 25 desse mês.

Entre os romances estrangeiros selecionados está "Autismo", primeira obra de Valério Romão, editada em 2012 em Portugal pela abysmo e traduzida para francês por Elisabeth Monteiro Rodrigues. "Autismo", o único romance do autor que está traduzido para francês, para a editora Chandeigne, integra a trilogia "Paternidades Falhadas", da qual faz parte também "O da Joana", inédito ainda em França.

Em 2017, a editora francesa irá ainda publicar o livro de contos de Valério Romão "Dez razões para aspirar a ser gato". Gonçalo M. Tavares que tem já obra publicada em França, foi finalista do prémio Femina em 2010, sendo agora selecionado por "Matteo perdeu o emprego", que publicou em 2010 pela Porto Editora, cuja tradução francesa foi feita por Dominique Nédellec.

O prémio Femina tem mais de cem anos, mas só desde 1985 é que distingue também romances estrangeiros. Vergílio Ferreira venceu o prémio em 1990 com "Manhã submersa".

Exclusivos