Premium Greta Thunberg. "Nunca somos demasiado pequenos para fazer a diferença"

Esta é a história de como Greta Thunberg, uma adolescente sueca com síndrome de Asperger, enfrentou os líderes mundiais e se tornou o rosto da luta das novas gerações pelo futuro do planeta.

A rapariga tem 15 anos e parece ainda mais nova, com o cabelo apanhado em dois totós. Acaba de subir ao palco na Cimeira do Clima das Nações Unidas, no dia 4 de dezembro de 2018, e tem à frente uma plateia composta por vários líderes mundiais, muitos dos quais provavelmente encarando-a como uma espécie de pausa ternurenta na tensão das reuniões.

Sem pestanejar, a adolescente sueca lança-lhes um olhar fulminante, daqueles que impõem de imediato plena atenção, e anuncia ao que vem: "Aprendi que nunca somos demasiado pequenos para fazer a diferença. E se algumas crianças conseguem fazer manchetes em todo o mundo só por não terem ido à escola, imaginem o que poderíamos fazer todos juntos se realmente o quiséssemos. Mas para o fazermos temos de falar com clareza, por mais desconfortável que isso possa parecer."

Ler mais

Exclusivos