Receita de salada de polvo "galega" com coentros e lima

A chef Joana Duarte partilha com os leitores do DN a sua salada de polvo à "galega" com coentros e lima. Para fazer em casa ou comer no restaurante Pão de Canela, em Lisboa.

Ingredientes para cozer o polvo:

1 polvo inteiro congelado

1 tomate maduro

1 cebola branca pequena

2 dentes de alho e louro

Azeite

Ingredientes para a salada:

100 gramas de polvo cozido

100 gramas de batatinha nova (para assar)

30 gramas de pimento vermelho

Coentros

Lima

Pimentão fumado

Azeite e sal

Rebentos coentros (para decoração)

Confeção do polvo:

Lavar bem o polvo descongelado retirando os olhos e boca.

Colocar em tabuleiro com o tomate e cebola cortado em quartos, temperar com azeite, dentes de alho e louro.

Tapar o tabuleiro (pode ser com folha de alumínio) e levar ao forno a 200ºC, 1h30m a 1h45m.

Retirar do forno e escorrer (a água da cozedura pode ser aproveitada para um arroz de polvo).

Confeção da salada:

Assar as batatinhas novas no forno com azeite e sal, a 180ºC, 20-30 minutos.
Assar o pimento vermelho, retirar a pele e cortar em tiras.Cortar as batatinhas já assadas em rodelas e o polvo cozido em pedaços pequenos.

Aquecer bem as batatinhas e o polvo numa frigideira, juntar o pimento vermelho assado em tiras.

Colocar no prato e polvilhar com bastante pimentão fumado.

Triturar na varinha mágica um pouco de coentros com azeite e sumo de lima.

Temperar a salada com este molho e retificar de sal. Decorar com rebentos de coentros (se houver) ou mais coentros.

A acompanhar

Para a harmonização com a salada de polvo "à galega", a chef Joana Duarte sugere o vinho Soalheiro Allo (variedades Loureiro e Alvarinho), um vinho frutado, ou o Soalheiro Granit (Alvarinho) mais mineral, ambos da Quinta do Soalheiro, Melgaço.

A chef

Joana Duarte é formada em Biologia Marinha e Oceanografia mas decidiu mudar de área antes de completar 30 anos. A sua paixão pela cozinha levou-a para Barcelona onde ficou seis anos passando pelo restaurante MOO (assessoria dos irmãos Roca), Comerç 24 e Tapas 24, do Chef Carles Abellán, onde aprendeu muito da cozinha que agora pratica. De regresso a Portugal esteve em vários locais como Pedro e o Lobo, Fortaleza do Guincho, terminando a liderar, por cinco anos, a cozinha do Tapisco, projeto do Chef Henrique Sá Pessoa, em Lisboa. Atualmente é consultora gastronómica independente e dá aulas nas Escolas de Setúbal e Estoril.
Esta receita, que partilha com os leitores do DN, pode ser encontrada no restaurante Pão de Canela, na Praça das Flores, em Lisboa, local onde a chef exerce consultoria.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG