Com os amigos na piscina ou nos piqueniques em família, estas colunas ajudam à festa

Colunas Bluetooth há muitas, mas estas são especificamente pensadas para serem levadas para o exterior, seja porque são à prova de água ou porque... têm luzinhas integradas. Ah, e também tocam música de forma competente.

Este é daqueles artigos que se escrevem (pelo menos) uma vez por ano: sugestões de colunas Bluetooth para as suas músicas -- só que agora com o argumento de que estamos no verão. Mas antes que os seus olhos rebolem para a nuca, dê por favor uma oportunidade aos modelos que vai encontrar abaixo.

É que não apenas estes aparelhos estão cada vez mais sofisticados, na relação qualidade/preço, como, na tentativa de cativar clientes, as marcas vão incluindo funcionalidades que até são capazes de fazer a diferença.

Longa bateria e música até debaixo de água

O modelo com maior autonomia desta lista é o mais recentemente chegado ao mercado: o Bang & Olufsen BeoSound Explore. Com o corpo de alumínio anodizado e um som "afinado" pela marca dinamarquesa -- que tem demonstrado, pelo menos desde a primeira geração do modelo A1, capacidade de fazer colunas Bluetooth capazes de soar melhor do que aquilo que custam --, este modelo é sem dúvida uma opção a ter em conta.

A forma cilíndrica escolhida permite que a coluna seja verdadeiramente omnidirecional. A bateria permite-lhe tocar até 27 horas e a resistência à água, IP67, faz com que possa ser submersa com segurança até um metro, durante 30 minutos, sem que sofra qualquer dano. E uma vez que pesa 630 gramas, pode mesmo ser uma boa companheira de caminhadas. Custa 200 euros.

Espetáculo de som e luzes para fazer a festa

Do outro lado de espetro está a linha PartyBox, da JBL. O modelo de topo, o 1000, é "portátil" porque tem umas rodinhas para poder ser transportado... São, afinal, quase 35 quilos de coluna!

Estes produtos estão pensados para levar a festa para um espaço livre e ter, num único módulo, altifalante e amplificador integrado, bastando ligar-lhe o telemóvel -- ainda que exista uma entrada analógica AUX, para o caso de querer ligar a coluna a um sistema "tradicional".

Mas a JBL PartyBox 1000 leva este conceito ainda mais longe. Permite-lhe ligar um microfone ou guitarra elétrica à coluna e inclui o DJ launchpad, com o qual é possível "tocar" bateria, piano ou criar loops para o acompanhar. Tudo isto com as luzes integradas a darem o resto do espetáculo. Custa 1200 euros na Amazon, ainda que, se quiser levar a coisa mesmo a sério, o ideal será comprar duas, pois é possível emparelhá-las (por fio ou Bluetooth) de forma a dar som estéreo.

Se este modelo mais avançado da linha fica fora do seu orçamento -- ou simplesmente tem demasiadas funcionalidades para o que tenciona fazer --, mas a ideia de dar uma festa para os amigos com música e espetáculo de luzes a acompanhar lhe agrada, temos mais duas sugestões para si (e bem mais baratas...).

A primeira é desta mesma linha. A JBL PartyBox 110 também faz uns belos efeitos de luz sincronizados com a música, até permite que se lhe ligue um microfone para que os convivas deem o seu pior, perdão, melhor no karaoke e custa uns bem mais reduzidos 300 euros (Amazon).

A autonomia anunciada é de 12 horas, a coluna tem resistência à água IPX4 (aguenta bem salpicos), pelo que não precisa de se preocupar muito se estiver com ela perto da piscina ou, se num piquenique, alguém lhe entornar algo por cima, e é capaz de ser o centro das atenções na próxima reunião de amigos.

A outra opção vem da coreana LG. A WAVE6 Ibiza funciona com bateria de lítio recarregável (ainda que tenha apenas seis a oito horas de autonomia), tem também entrada para micro ou guitarra e sete efeitos de luzes à escolha. Custa 200 euros. Por mais 50 euros pode -- e deve... -- optar pelo modelo WAVE8, cujos altifalantes e amplificação têm um pouco mais de qualidade. No entanto, este modelo precisa sempre de ser ligado à corrente.

A (ainda) nossa escolha para passear... e levar para casa

Foi há um ano que escrevemos sobre a Sonos Roam, quando estava a ser lançada. Hoje, e apesar da enorme concorrência neste mercado, continua a ser o nosso modelo preferido na sua gama de preços (e não só nossa: também a Forbes a elege para este ano).

Até porque, o modelo mais barato da gama Sonos (custa 200 euros) é compatível com o novo serviço de voz da Sonos. Trata-se de um assistente digital pensado exclusivamente para controlar a música, que não visa competir com os já presentes, como a Alexa ou o Google Assistant.

Pelo contrário, esta nova funcionalidade da Sonos está pensada para que possa facilmente (desde que fale fluentemente inglês...) escolher a música que quer ouvir, alterar o volume ou decidir em que área da casa quer ouvir o quê, se tiver sistemas Sonos instalados em múltiplas divisões.

De resto, tal como escrevemos em março de 2021, com apenas 16,8 x 6,2 x 6 cm e 430 gramas, a Roam é extraordinariamente portátil. Resistente à água (IP67 - pode ser submersa até 30 minutos) e ao choque, quase pede para ser levada para o exterior.

Continua a ser uma proposta quase irresistível para quem já tem um sistema baseado nos produtos da empresa californiana. É uma excelente aquisição para quem quer entrar neste "ecossistema". A não ser que a sonoridade da B&O, da JBL ou até da LG lhe agradem mais.... Por isso, o ideal mesmo é arranjar maneira de ir ouvir todas elas!

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG