Ativistas invadem espetáculo de golfinhos em zoo de Tenerife (vídeo)

Membros de grupo de defesa dos direitos dos animais saltaram para a água com cartazes a pedir o fecho do parque

Os turistas que enchiam a bancada do parque zoológico Loro Parque, em Tenerife, à espera do habitual espetáculo de golfinhos, foram este domingo surpreendidos com a entrada em cena de três ativistas, que mergulharam na água envergando cartazes contra a exploração dos animais neste tipo de espetáculos.

Os três elementos que invadiram o espetáculo pertencem ao grupo ativista internacional Vegan Strike Group, que faz ações de protesto contra o uso dos animais em espetáculos e a sua criação em cativeiro.

A intervenção dos ativistas foi vaiada por vários dos espetadores que aguardavam o início do show aquático, segundo informa o Diario de Avisos, de Tenerife. O protesto terminou sem incidentes de maior após a ação dos seguranças do recinto.

Esta não é a primeira vez que grupos ecologistas e de defesa dos animais pede o encerramento do parque, que é uma das principais atrações daquela ilha das Canárias, território espanhol.

Recentemente, o operador turístico internacional Thomas Cook anunciou que deixava de vender ingressos para o Loro Parque, por questões relacionadas com a exploração de animais, como golfinhos, orcas e leões marinhos.

Os ativistas do Vegan Stike Group já tinham realizado uma ação semelhante no Zoomarine de Albufeira, a 11 de agosto.

Exclusivos

Premium

Líderes europeus

As divisões da Europa 30 anos após o fim da Cortina de Ferro

Angela Merkel reuniu-se com Viktor Orbán, Emmanuel Macron com Vladimir Putin. Nos próximos dias, um e outro receberão Boris Johnson. E Matteo Salvini tenta assalto ao poder, enquanto alimenta a crise do navio da ONG Open Arms, com 107 migrantes a bordo, com a Espanha de Pedro Sánchez. No meio disto tudo prepara-se a cimeira do G7 em Biarritz. E assinala-se os 30 anos do princípio do fim da Cortina de Ferro.