Edifício da Faculdade de Ciências de Lisboa evacuado devido a derrame de substância perigosa

O incidente ocorreu esta manhã no edifício MARE da instituição, de onde foram retiradas entre 25 a 35 pessoas. Bombeiros já conseguiram controlar o derrame.

O edifício MARE da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, no Campo Grande, foi evacuado esta sexta-feira de manhã na sequência de um derrame de uma substância perigosa, confirmou ao DN fonte do Regimento de Sapadores de Lisboa. O alerta foi dado pelas 12:00.

O incidente terá ocorrido num laboratório, onde foi derramado cloreto de titânio. A substância é considerada tóxica e corrosiva, podendo provocar queimaduras severas e, no caso de inalação, irritação respiratória.

Ainda de acordo com uma fonte dos Sapadores Bombeiros de Lisboa, foram retiradas do edifício entre 25 e 35 pessoas.

No local, estão operacionais dos bombeiros e da PSP, que marcaram um perímetro de segurança na área envolvente.

Entretanto, o Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa já controlou o derrame da substância perigosa. A "situação já está resolvida" e "foi retirada a substância do local", disse fonte dos bombeiros à Lusa.

"Os bombeiros estão a criar estabilidade no ambiente para ser possível os funcionários voltarem ao trabalho", acrescentou.

(Notícia atualizada às 14:42).

Exclusivos