Das páginas dos livros para os arredores de Londres

Os cenários dos filmes de Harry Potter são um sítio a não perder

Com um livro nas mãos, qualquer sítio transforma-se de imediato num recanto. Quer seja o sofá confortável lá de casa, o banco do autocarro ou a sombra daquela árvore especial do parque. Mas quando existe a possibilidade de andar pelos cenários que são descritos nos livros, que nos acompanham há duas décadas e cujo sucesso já saltou das páginas para o grande ecrã, então esse é sem dúvida um recanto especial. Para os fãs de Harry Potter, miúdos ou graúdos, os estúdios da Warner Bros. nos arredores de Londres, são por isso um sítio a não perder.

As 41 libras (46 euros) gastas no bilhete da adulto (36 euros no de criança) ficam esquecidos assim que se abrem as portas do grande salão de Hogwarts, por onde começa a visita. Seguem-se outros espaços, desde as salas de aulas ao dormitório, passando pelo gabinete de Dumbledore e o exterior da casa no número 4 de Privet Drive ou a espectacular Diagon Alley. Os estúdios abriram as portas em 2012 e continuam a crescer: em 2015 passou a incluir a locomotiva do Hogwarts Express e uma recriação da Plataforma 9 3/4 e desde o ano passado que é possível andar pela Floresta Proibida (não aconselhável a quem tem medo de aranhas, porque a Aragog não podia faltar). Há ainda uma maquete em grande escala de Hogwarts, que foi usada nas filmagens panorâmicas.

Em todos os recantos deste recanto há adereços e roupas usados pelos atores no filme (procure as golden snitch do Quidditch escondidas como bónus). Também é possível descobrir os efeitos especiais que deram vida ao que foi imaginado pela escritora britânica J. K. Rowling e, é claro, há espaço para beber uma "cerveja de manteiga" fresquinha como Harry, Hermione ou Ron. Não se preocupe que não tem álcool (é uma bebida que faz lembrar uma mistura de caramelo, baunilha e bolachas). Pode ficar com o copo para mais tarde recordar, mas não se esqueça que ainda vai ter que passar pelas lojas de recordações. E atenção, porque nenhum muggle consegue resistir e sair de lá de mãos a abanar.

Resta voltar a apanhar o autocarro para a estação de comboio mais próxima (Watford Junction) e 20 minutos depois estará na estação de Euston, a pouco mais de um quilómetro da de St. Pancras, onde pode ver onde foram filmadas as cenas da plataforma 9 3/4 e tem mais uma loja Harry Potter, caso se tenha arrependido de não ter comprado uma varinha mágica igual à do seu personagem favorito.

Exclusivos

Premium

Legionela

Maioria das vítimas quer "alguma justiça" e indemnização do Estado

Cinco anos depois do surto de legionela que matou 12 pessoas e infetou mais de 400, em Vila Franca de Xira, a maioria das vítimas reclama por indemnização. "Queremos que se faça alguma justiça, porque nunca será completa", defende a associação das vítimas, no dia em que começa a fase de instrução do processo, no tribunal de Loures, que contempla apenas 73 casos.