Terço de Joana Vasconcelos é semelhante a um que já existe no Brasil

Tradição brasileira começou em meados dos anos 90

Um terço gigante suspenso, que foi inaugurado na terça-feira no Santuário de Fátima e que será iluminado quando o Papa Francisco entrar no recinto, é o que compõe a obra "Suspensão", da artista portuguesa Joana Vasconcelos.

No entanto, nas redes sociais começaram logo a aparecer fotografias de uma obra muito parecida, mas no Brasil.

O terço gigante com cerca de 20 metros, da autoria de Osmar Salles, de 58 anos, é pendurado todos os anos entre duas palmeiras no Campinho do Convento da Penha, em Vila Velha, estado do Espírito Santo.

A tradição começou quando Osmar foi ao Rio de Janeiro, em 1997, para assistir às comemorações da visita do papa João Paulo II. O seu primeiro terço gigante surge no ano seguinte.

À Globo, o médico obstetra diz que tudo vem de uma "força maior". "Essa força impulsiona-me e dá-me sempre novas ideias para a decoração. Este ano, será em branco e azul com a cruz em madeira", afirma.

Em 2013, o terço de Osmar foi iluminado por duas mil lâmpadas LED, algo que também será utilizado por Joana Vasconcelos na sua obra.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG