Supremo ordena novo julgamento de inspetora da PJ

Absolvida em primeira instância pelo homicídio da avó do marido, condenada a 17 anos pela Relação de Coimbra, a inspetora da PJ Ana Saltão vai de novo ser julgada, decidiu Supremo

O acórdão dos juízes conselheiros do Supremo Tribunal de Justiça, a que o DN teve acesso, decide pelo "reenvio do processo para novo julgamento", relativamente à "totalidade do objeto do processo". Ou seja, novo julgamento a começar da estaca zero, passando por cima de duas sentenças anteriores, a de primeira instância, que foi absolvição, e da Relação de Coimbra, que condenou Ana Saltão a 17 anos de prisão.

Recorde-se que o Ministério Público tinha defendido a absolvição da inspetora da PJ mas os juízes conselheiros da 3ª secção do Supremo decidiram que o caso deve ser julgado de novo dados os "vícios" constantes da decisão de condenação.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG