Seis detidos por prática de crimes de roubo e ofensas à integridade física em Sintra

Os detidos são suspeitos de usar uma mulher para aliciar na rede social 'Whatsapp' um homem de 25 anos

Seis pessoas foram detidas por suspeita de crimes de roubo agravado, ofensas à integridade física, burla informática e nas telecomunicações e posse de arma proibida no concelho de Sintra, distrito de Lisboa, informou esta sexta-feira a Polícia Judiciária (PJ).

Em comunicado, a PJ adianta que na sequência da operação "Chamariz", realizada na quinta-feira, localizou, identificou e deteve três homens e três mulheres, com idades entre os 17 e os 22 anos.

Os detidos são suspeitos de usar uma mulher para aliciar na rede social 'Whatsapp' um homem de 25 anos para um relacionamento sexual mediante pagamento de dinheiro, tendo sido acordado um local de encontro.

Quando chegou ao local, a vítima foi surpreendida pelo grupo, ameaçada com arma de fogo e armas brancas e agredida de forma violenta, tendo necessitado de tratamento hospitalar.

Os factos ocorreram em janeiro.

"Os autores, um dos quais ainda por identificar, apropriaram-se dos bens pessoais do ofendido, nomeadamente da sua viatura, telemóvel, documentos, vestuário e um cartão de débito, cujo código foi obrigado a fornecer", refere a PJ.

Segundo a polícia, os suspeitos conseguiram efetuar um levantamento de numerário com o cartão da vítima e tentaram transacionar o veículo roubado.

No decorrer das diligências efetuadas, foram apreendidos relevantes elementos de natureza probatória.

Os detidos serão presentes a primeiro interrogatório judicial, no qual vão ser sujeitos à aplicação de medidas de coação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG