Portugueses que recuperaram de covid vão começar a ser vacinados já na 2ª fase

Medida dirige-se, nesta fase, a cerca de 300 mil pessoas com mais de 60 anos que já foram infetadas, revelou o coordenador da task-force à RTP. Vacinas também vão passar a rodar por regiões

Os portugueses que já tiveram covid-19 e recuperaram da doença vão começar a ser incluídos no plano de vacinação já a partir desta segunda fase, que está em marcha neste mês de abril.

"Trata-se de um reforço de proteção para quem já recuperou de covid, o que é possível por termos passado de uma fase de escassez de vacinas para uma fase atual de maior oferta", justificou Gouveia e Melo, o coordenador da task-force. "Trata-se apenas de uma dose. Ao que tudo indica, é preciso apenas um reforço de imunidade para quem já tem algum nível de imunização conferido pela doença", acrescentou.

A RTP adianta que a medida dirige-se, nesta fase, a cerca de 300 mil pessoas com mais de 60 anos que já foram infetadas.

No entanto, é primeiro necessária a publicação de uma norma pela Direção Geral da Saúde.

Nesta altura, o programa de vacinação está a contemplar todas as pessoas com idades superiores a 70 anos, além das que pertencem a grupos de risco definidos.

Vacinas vão rodar por regiões

Outra mudança de estratégia revelada pelo coordenador da vacinação, desta vez ao jornal Público, é a de que as três vacinas disponíveis - Pfizer/Biontech, Moderna e AstraZeneca - vão passar a "rodar" de região em região. A partir de agora, há "um macro plano de rodagem por regiões", diz o vice-almirante Henrique Gouveia e Melo.

O objetivo é prevenir a possibilidade de alguma das vacinas ter uma resposta menos eficiente perante as novas variantes e assim evitar "que haja alguma zona que fique sem proteção seletiva", justifica Gouveia e Melo.

Assim, vai ser mais difícil para as pessoas acima dos 60 anos saber com antecedência qual será a vacina que vão receber.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG