Internamentos sobem e taxa de incidência aumenta em Portugal

Portugal com mais 598 casos e uma morte nas últimas 24 horas, contabilizando agora um total de 847 604 casos e 17 023 óbitos desde o início da pandemia

Portugal registou esta sexta-feira 598 novos casos de infeção e uma morte, de acordo com o balanço da Direção Geral da Saúde relativo aos efeitos da pandemia de covid-19 em Portugal nas últimas 24 horas. É o dia com mais casos desde 22 abril, data em que se registaram 636 contágios.

O país tem agora 246 pessoas em internamento (mais 13 do que ontem), das quais 52 em unidades de cuidados intensivos (menos uma do que na véspera).

O boletim da DGS reporta ainda que há mais 82 casos ativos em Portugal, totalizando agora 22 534, tendo sido registados mais 515 recuperados da doença, atingindo agora 808 047. Há ainda a registar mais 1053 contactos em vigilância para um total de 22 887.

A região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a que tem mais casos de infeção, registando um total de 295 novos casos nas últimas 24 horas, ou seja 49,3% de todo o território.

A região Norte contabiliza 171 novos casos, o Centro reportou 54, seguindo-se o Algarve com 33 e os Açores com 23. No Alentejo verificaram-se 15 novas infeções e na Madeira há mais sete.

A incidência no continente está agora nos 56 casos por 100 mil habitantes (estava em 54,4 há dois dias). A nível nacional está nos 59,6 casos por 100 mil habitantes, uma subida de quase dois pontos face a quarta-feira.

O Rt é agora de 1,07 tanto no continente como no total a nível nacional.

Autoagendamento de vacinação já disponível para pessoas acima dos 50 anos

O autoagendamento da vacinação contra a covid-19 está disponível, a partir desta quinta-feira, para pessoas a partir dos 50 anos no portal na Internet da Direção-Geral da Saúde (DGS).

A possibilidade de as pessoas acima dos 50 anos poderem fazer a sua marcação para toma da vacina ficou disponível pouco depois das 21:00.

Na sequência da fase 2 do plano de vacinação e de uma maior disponibilidade de vacinas em Portugal, o portal destinado ao autoagendamento entrou em funcionamento em 23 de abril, contemplando agora as pessoas acima dos 50 anos, depois de ter sido aberto para utentes com 65, 60 e, mais recentemente, de 55 anos.

Portugal vai receber mais de 1,4 milhões de vacinas contra a covid-19 nos próximos dias, que permitirão acelerar o processo de vacinação de três escalões etários em paralelo, disse na quarta-feira à Lusa fonte da task force que coordena a logística.

Estas 1.446.000 vacinas que chegam ao país esta semana e na próxima representam cerca de 25% do total de 5.728.470 doses entregues a Portugal desde que arrancou o plano de vacinação, em 27 de dezembro de 2020.

A task force que coordena o plano de vacinação pretende, na semana de 06 de junho, começar a vacinar a faixa etária dos 40 aos 49 anos e, na semana de 20 de junho, o grupo dos 30 aos 39.

Dados do Ministério da Saúde indicam que, até terça-feira, tinham sido administradas em Portugal continental mais de cinco milhões de vacinas, sendo cerca de 3,5 de primeiras doses e mais de 1,5 de segundas tomas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG