PJ investiga caso de recém-nascido encontrado no lixo em Sintra

O caso estará relacionado com uma mulher de 22 anos que tinha dado entrada no Hospital Amadora-Sintra com sinais de ter dado à luz.

A Polícia Judiciária está a investigar a morte de um recém-nascido, encontrado no lixo no Casal da Barôta, em Sintra, avança o Jornal de Notícias. O bebé foi encontrado, na noite de domingo, depois de uma mulher ter dado entrada no hospital, na sequência de um parto, mas sem bebé.

O próprio hospital terá alertado a PSP, que nas buscas acabou por encontrar o recém-nascido no lixo. Segundo o JN, a criança ainda foi assistida pelos bombeiros, mas já estava morta. De acordo com o Correio da Manhã, ainda apresentava sinais de vida, vindo a morrer depois.

Fonte da PSP indicou à Lusa que o bebé foi encontrado às 23:00 no contentor do lixo na Rua D. Luís de Gusmão. Contactada pela Lusa, a PJ confirmou estar a investigar o caso.

Ainda de acordo com o Correio da Manhã, o avô da criança já terá confessado às autoridades ter deitado a criança no lixo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG