Pescador que caiu ao mar "em estado critico"

Embarcação terá sido apanhada por uma onda que acabou por projetar o homem

O pescador que na terça-feira caiu ao mar de uma embarcação que saía do porto de pesca da Póvoa de Varzim permanece internado "em estado crítico" no Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos, revelou hoje fonte hospitalar.

De acordo com informação divulgada pelo Hospital Pedro Hispano, "as consequências clínicas do acidente foram severas", sendo que o pescador, de 58 anos, permanece "em estado critico", internado no serviço de Medicina Intensiva daquela unidade de saúde.

O capitão de porto da Póvoa de Varzim/Vila do Conde, José Marques Coelho, afirmou na terça-feira à Lusa que o pescador foi resgatado inconsciente por outros pescadores que estavam nas imediações.

A vítima foi depois sujeita a manobras de reanimação, por agente da Polícia Marítima e por unidades de emergência chamadas ao local, sendo encaminhada, em estado grave, para o hospital Pedro Hispano.

O acidente ocorreu durante a tarde, quando a embarcação, registada em Vila Praia de Âncora, saía do porto de pesca da Póvoa de Varzim e terá sido apanhada por uma onda que acabou por projetar o homem.

"A embarcação de pesca costeira estava a sair do porto da Póvoa de Varzim e foi surpreendida por uma onda maior do que os tripulantes estariam à espera. Acabou por projetar para o mar um deles, que caiu água e foi recolhido, cinco minutos depois, por elementos de uma outra embarcação que estava nas proximidades", descreveu o responsável da capitania da Póvoa.

"As manobras de reanimação foram difíceis, a vítima foi para o hospital com o prognóstico muito reservado e ainda não há notícias sobre a sua evolução", partilhou o capitão de porto local.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG