"O homem de uma canção por minuto" tem Alzheimer e é estrela do YouTube. E ajuda a combater a doença

Ted McDermott foi cantor toda a vida. Há três anos que sofre de Alzheimer, mas não esquece o seu repertório de canções, que são hoje a sua maior ligação ao mundo. Os seus vídeos são virais

Chamaram-lhe Songaminute Man - o Homem Umacançãoporminuto. E é com este "nome artístico" que o britânico Ted McDermott, de 80 anos, se transformou numa estrela maior do YouTube e das redes sociais. E com isso tem ajudado o combate ao Alzheimer, doença com que ele se debate há três anos.

Ted McDermott foi um cantor praticamente toda a vida. Cantou em bares e clubes no noroeste de Inglaterra e foi um membro do Butlins Redcoats, grupo de entretenimento formado há 80 anos para animar campos de férias - que ainda hoje existe.

Diagnosticado com a doença de Alzheimer em 2013, a memória de Ted McDermott tem-se deteriorado rapidamente. Mas por alguma razão, não esquece as letras e as melodias das canções que interpretou praticamente toda a vida.

Atualmente tem dias em que não consegue reconhecer sequer a família e esses temas são a sua ligação mais palpável ao mundo. O filho, Simon McDermott, teve então a ideia de potenciar o talento do pai através da internet. Começou a gravar vídeos ao estilo do programa americano Carpool Karaoke e a divulgá-los nas redes sociais.

Vídeos que levaram à criação de um canal no YouTube e que rapidamente se tornaram virais:

[youtube;9UQ5mjFzHTA]

O êxito levou a outra ideia, também possibilitada pelas novas ferramentas da web: angariar fundos para ajudar ao combate da doença e ao auxílio de quem dela padece.

Foi criada uma página de donativos, que revertem para a Sociedade do Alzheimer britânica. Esta terça-feira, a iniciativa tinha já arrecadado quase 77 mil libras (89 mil euros), no que representa um valor 7691% acima do originalmente esperado!

Toda a história é contada por Simon McDermott na página de Facebook que criou para o pai.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG