Funcionários de bar de Gaia acusados de abusar sexualmente de cliente embriagada

Arguidos aguardam julgamento

O Ministério Público acusou dois funcionários de um estabelecimento de diversão noturna de Vila Nova de Gaia de um crime de abuso sexual de pessoa incapaz de resistência, sendo a vítima uma cliente que se encontrava embriagada.

Em nota hoje publicada no seu 'site', a Procuradoria-Geral Distrital do Porto refere que os factos se registaram a 27 de novembro de 2016, pelas 05:00, já depois do encerramento do estabelecimento.

"Os dois arguidos, ambos funcionários do dito estabelecimento, aproveitaram-se da inconsciência induzida por estado de embriaguez em que se encontrava uma mulher, que ali fora como cliente, e com ela mantiveram relações sexuais de cópula vaginal", acrescenta.

Os arguidos aguardam julgamento sujeitos à medida de coação de obrigação de permanência na habitação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG