Ministro anuncia 15 milhões para reparar estragos do mau tempo no Douro e Baixo Mondego

Os apoios destinam-se, sobretudo, à replantação de vinhas e à reposição de muros, sistemas de rega e estufas

O ministro da Agricultura, Capoulas Santos, anunciou hoje, em Braga, que vão ser disponibilizados cerca de 15 milhões de euros para ajudar a reparar os estragos provocados pelas intempéries de fevereiro no Douro e Vale do Mondego.

Segundo Capoulas Santos, nos próximos dias serão publicadas em Diário da República as portarias referentes aos apoios, devendo os interessados apresentar as suas candidaturas entre 15 e 30 de abril. Os apoios destinam-se, sobretudo, à replantação de vinhas e à reposição de muros, sistemas de rega, estufas e outras estruturas que foram destruídas pelo mau tempo.

"Foram identificados prejuízos em 57 municípios", referiu o ministro, adiantando que as obras de reparação dos estragos poderão arrancar no princípio do verão.

Capoulas Santos destacou o caso dos muros do Douro, elementos considerados fundamentais para a classificação daquela região como Património da Humanidade.

O ministro falava durante um seminário sobre "Produção de Leite no Entre Douro e Minho: Questões da Atualidade", promovido pela Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas de Portugal.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG