Mário Mourão candidata-se à liderança da UGT

Presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Setor Financeiro já tinha anunciado candidatura à presidência da tendência.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Setor Financeiro (SBN), Mário Mourão, também é candidato à liderança da UGT, disse hoje à agência Lusa um dirigente da central sindical.

De acordo com a mesma fonte, Mário Mourão enviou uma carta ao presidente da tendência sindical socialista, Carlos Silva, a anunciar a sua candidatura à presidência da tendência.

Normalmente é o presidente da tendência sindical socialista que se candidata posteriormente ao cargo de secretário-geral da UGT, embora possam apresentar-se outros candidatos no congresso, desde que reúnam os apoios necessários, mas isso nunca aconteceu na história da UGT.

O secretário-geral da Federação dos Sindicatos da Administração Pública (FESAP), José Abraão, anunciou na quinta-feira passada, dia 16, que se vai candidatar à liderança da UGT.

Quando, há cerca de ano e meio o atual secretário-geral da UGT, Carlos Silva, reafirmou que não se recandidatará à liderança da central, José Abraão manifestou a sua disponibilidade para se candidatar.

Cabe ao congresso da tendência sindical socialista, marcado para meados novembro, decidir quem será o seu presidente e consequentemente o candidato a secretário-geral da UGT.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG