Robot com Inteligência Artificial já atende pacientes em ambulatório

Designado por "Doutor Assistente IA" e desenvolvido pela firma chinesa iFlytek, tem um aspeto humanoide com grandes olhos azuis e um sorriso permanente

Um robot dotado com Inteligência Artificial (IA), que lhe permite diagnosticar pacientes e passar-lhes receitas, começou a operar num ambulatório da província chinesa de Anhui, leste da China, noticiou esta segunda-feira a agência oficial Xinhua.

Designado "Doutor Assistente IA" e desenvolvido pela firma chinesa iFlytek, o robot tem um aspeto humanoide, com grandes olhos azuis e um sorriso permanente.

O sistema baseia-se nos diagnósticos e receitas de outros médicos, armazenados na sua memória.

No ano passado, aquele robot converteu-se no primeiro do mundo a passar os exames para obter a licença para exercer medicina.

Numa fase inicial, os diagnósticos do robot terão que ser confirmados por um médico humano, detalha a Xinhua.

A China é um dos países líderes na investigação de IA e robótica.

Os robots são utilizados na China já em várias áreas, incluindo redação de notícias ou no cuidado de crianças e idosos.

Ler mais

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.