Morreram os dois irmãos que desapareceram no Rio Vouga

Menina de 14 anos foi resgatada inconsciente e morreu a caminho do hospital. Irmão de 11 foi retirado da água já sem vida

Segundo a fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Aveiro, trata-se de dois irmãos de 11 e 14 anos que desapareceram ao início da tarde quando tomavam banho nas águas do rio Vouga, junto à ponte de Sernada, Macinhata do Vouga, Águeda.

A menina de 14 anos foi resgatada inconsciente da água e morreu a caminho do Hospital de Aveiro.

O irmão de 11 anos foi resgatado sem vida.

No local encontram-se meios de quatro corporações de bombeiros, mobilizadas após o alerta dado às 14:30 pelo CDOS distrital.

Segundo informação do jornal Soberania do Povo, a menina tentou salvar o irmão quando percebeu que ele estava em dificuldades.

Segundo disse à agência Lusa fonte dos Bombeiros Voluntários de Águeda, que têm no local sete viaturas, nas buscas participam ainda elementos dos Voluntários de Albergaria-a-Velha e de Sever do Vouga e ainda meios dos Bombeiros Novos de Aveiro.

De acordo com os bombeiros de Águeda, o local onde as crianças tomavam banho não está classificado como praia fluvial, mas é uma zona do rio Vouga que, pelas condições que apresenta, é por alguns frequentada como tal.

Ler mais

Exclusivos

Premium

educação

O que há de fascinante na Matemática que os fez segui-la

Para Henrique e Rafael, os números chegaram antes das letras e, por isso, decidiram que era Matemática que seguiriam na universidade, como alunos do Instituto Superior Técnico de Lisboa. No dia em que milhares de alunos realizam o exame de Matemática A, estes jovens mostram como uma área com tão fracos resultados escolares pode, afinal, ser entusiasmante.