Como seria a Gronelândia sem gelo?

Como responderá a Gronelândia ao aquecimento global? Cientistas norte-americanos quiseram saber a resposta

O que aconteceria se todo o gelo da Gronelândia derretesse? Foi esta a questão que se colocou um grupo de cientistas, que compilou os dados de décadas de pesquisa: o nível do mar, globalmente, subiria sete metros e 42 centímetros. "Os cálculos dão-nos sete centímetros a mais de potencial nível do mar - um pouco mais do que julgávamos, mas não muito mais", disse à BBC Mathieu Morlighem, investigador da Universidade da Califórnia, em Irvine, nos EUA.

A Gronelândia está a perder cerca de 260 mil milhões de toneladas de gelo todos os anos, ainda que, naturalmente, o degelo completo não deva acontecer nos próximos séculos.

Recorrendo a mapas feitos por satélite, aéreos e terrestres, e também mapas marinhos, os cientistas conseguiram criar uma representação visual da Gronelândia sem a cobertura de gelo. Um mapa que permitirá perceber a velocidade a que ocorreriam as mudanças provocadas pelas alterações climáticas, e dependerão sempre da espessura da camada de gelo.

A razão pela qual o nível do mar subiria mais de sete metros em caso de degelo está relacionada com a profundidade dos vales e fiordes estreitos da Gronelândia.

A ilha está coberta por uma camada de gelo de 1.799 milhões de metros quadrados; no ponto mais espesso, esta camada tem 3,488 metros, e a espessura média é de 1,673 metros.

Ler mais

Exclusivos