Aumenta número de crianças nascidas "fora do casamento"

Em 2016, 52,8% das crianças nasceram "sem casamento". Há mais nascimentos mas mortes também aumentaram, revela o INE

O número de crianças nascidas "fora do casamento" está a aumentar em Portugal, revelam os mais recentes dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). As Estatísticas Vitais, ontem reveladas, apontam que houve um aumento para 52,8% das crianças nascidas "fora do casamento", contra 50,7% em 2015 e 41,3% em 2010. Estes números representam, pelo segundo ano, mais de metade do total de nascimentos.

De acordo com o INE, o aumento foi principalmente influenciado pelo aumento da proporção de nascimentos "fora do casamento sem coabitação dos pais", que quase duplicou, passando de 9,2% em 2010 para 17,1% em 2016. Os dados indicam ainda que, entre 2010 e 2016, houve um decréscimo na proporção de nascimentos com mães menores de 20 anos. Em contrapartida, há um aumento na proporção de nados-vivos de mães com 35 e mais anos de idade.

Dos 32 399 casamentos realizados em Portugal em 2016, quase dois terços foram celebrados apenas com registo civil, mostram os dados do INE, onde se pode também verificar que em mais de metade das uniões os noivos já tinham casa comum. Dos casamentos em 2016, 31 977 realizaram-se entre pessoas de sexo oposto e 422 entre pessoas do mesmo sexo, mais 72 face ao ano anterior: 249 foram entre homens e 173 entre mulheres (223 e 127, respetivamente, em 2015).

Há oito anos a diminuir

Há oito anos consecutivos que a população portuguesa diminui, com o número de mortes a continuar a ser superior ao de nascimentos. De acordo com o INE, no ano passado nasceram com vida 87 126 crianças, o que representa um aumento de 1,9% (1626 crianças) face a 2015. Este crescimento é mais reduzido do que o observado no ano anterior (3,8%).

Os dados mostram que nasceram mais meninos do que meninas em 2016, 44 789 e 42 337, respetivamente. O número de mortes aumentou no ano passado, totalizando 110 535, mais 1,8% relativamente a 2015 (108 539). Com Lusa

Ler mais

Exclusivos