Fragmento de meteorito desconhecido desenterrado na Suécia

Fragmento poderá ser único exemplar de um "meteorito extinto"

Um pedaço de meteorito foi desenterrado numa pedreira de calcário na Suécia, onde deverá ter estado durante 470 milhões de anos.

O fragmento, que difere na composição de qualquer outro meteorito que já foi encontrado na Terra até aos dias de hoje, poderá lançar nova luz sobre a história e o processo de formação do sistema solar, admitem os cientistas, citados pelo jornal britânico The Guardian . A descoberta foi anunciada na revista Nature Communications.

Julga-se que este pequeno pedaço de pedra extraterrestre seja proveniente de um meteoro maior, com um diâmetro entre 20 a 30 quilómetros. Terá sido após uma colisão deste meteoro com outro de dimensões semelhantes que o fragmento aterrou no planeta Terra. Até à data, os cientistas tinham encontrado apenas os restos de um destes meteoritos, e admitem que este novo fragmento desconhecido venha do segundo corpo celeste envolvido na colisão.

"O meteorito que agora encontrámos é de um tipo que não conhecemos do mundo atual", disse o co-autor do estudo, Birger Schmitz, da universidade de Lund, na suécia, à AFP. "O objeto contém altas concentrações de elementos como irídio, que é muito raro na Terra", revelou o especialista.

Este fragmento poderá mesmo ser o único exemplo de um "meteorito extinto", chamado assim porque o corpo de onde é proveniente terá sido consumido totalmente na colisão espacial.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG