Combate aos fogos de Faro, Bragança, Vila Real e Guarda reforçado com meios aéreos

O incêndio de Monchique sofreu um reacendimento às 19:57 de quarta-feira e levou à evacuação de localidades e retirada de pessoas

Os quatro incêndios em Faro, Bragança, Vila Real e Guarda eram os que às 07:30 preocupavam mais os bombeiros e por isso vão ser reforçados com meios aéreos, incluindo um Beriev, disse o adjunto operacional Marco Martins.

"Neste momento temos quatro incêndios ativos no distrito de Bragança, Faro, Vila Real e Guarda. O incêndio de Monchique (Faro) é o que nos preocupa mais face ao que foi desenvolvido durante a noite", adiantou o adjunto operacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

De acordo com Marco Martins, às 07:30, o incêndio em Monchique que tem duas frentes ativas, mobilizava 298 bombeiros, com o apoio de 98 meios terrestres.

"O combate a este incêndio vai ser reforçado de manhã com dois aviões Fireboss e o avião russo Beriev", disse Marco Martins.

O responsável explicou que o incêndio de Monchique que sofreu um reacendimento às 19:57 de quarta-feira e que levou à evacuação de localidades e retirada de pessoas, desenvolveu-se de forma intensa durante a noite.

"Hoje de manhã não temos informação de que haja populações em risco", disse.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG