CP alerta para possíveis perturbações na circulação em agosto devido a greve

No dia 01 de agosto, inicia-se uma greve ao trabalho extraordinário e em dias de feriado dos trabalhadores da CP, da Infraestruturas de Portugal (IP) e empresas filiadas

A CP alertou esta sexta-feira para possíveis perturbações na circulação entre 01 e 31 de agosto, a nível nacional, devido à greve às horas extraordinárias e feriados convocada pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário (SNTSF).

"A CP - Comboios de Portugal informa que, por motivo de greve convocada por uma Organização Sindical, para o período compreendido entre as 00:00 do dia 01 de agosto e as 24:00 do dia 31 de agosto podem ocorrer perturbações na circulação de comboios, a nível nacional", lê-se num comunicado enviado às redações.

No dia 01 de agosto, inicia-se uma greve ao trabalho extraordinário e em dias de feriado dos trabalhadores da CP, da Infraestruturas de Portugal (IP) e empresas filiadas (IP Telecom, IP Património e IP Engenharia), decretada pelo SNTSF, para reivindicar aumentos salariais.

A CP adiantou que "não foram decretados serviços mínimos pelo Tribunal Arbitral do Conselho Económico e Social para esta greve".

Paralelamente, estão também em curso greves na IP, "que podem provocar perturbações na circulação ferroviária, a nível nacional até ao dia 15 de setembro", lembrou a CP.

Os trabalhadores da IP iniciaram na quarta-feira uma greve parcial de quatro horas por dias, que deverá afetar a circulação de comboios de longo curso e regionais.

A greve parcial decorrerá das 10:00 às 12:00 e das 17:00 às 19:00 de cada dia, até 08 de agosto, data a partir da qual prossegue a greve ao trabalho extraordinário, até 15 de setembro.

As paralisações foram convocadas pela Associação Sindical das Chefias Intermédias de Exploração Ferroviária (ASCEF), pelo Sindicato Nacional dos Transportes, Comunicações e Obras Públicas (FENTECOP), pelo Sindicato Independente Nacional dos Ferroviários (SINFB), pelo Sindicato Nacional Democrático da Ferrovia (SINDEFER), pelo Sindicato Independente dos Trabalhadores Ferroviários, das Infraestruturas e Afins (SINFA), pelo Sindicato Independente dos Operacionais Ferroviários e Afins (SIOFA) e pelo Sindicato dos Transportes Ferroviários (STF).

A CP lamenta os incómodos causados e recomenda aos clientes que procurem obter informação sobre o estado da circulação de comboios, através dos canais de informação da empresa.

Quem já tiver comprado bilhete para viajar em comboios alfa pendular, intercidades, interregional e regional, pode pedir o reembolso total do bilhete, ou a sua revalidação, sem custos, esclareceu a empresa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG