Casal que distribuiu água na A1 já recebeu ajuda de dezenas de pessoas

Várias pessoas foram a casa do casal para lhes entregar comida e até dinheiro, depois de ter sido noticiado que estavam a passar dificuldades

Há cinco meses, Paulo Pereira e Lucinda Borges ajudaram dezenas de pessoas que tinham ficado presas na A1, por causa dos incêndios, num dia de muito calor, distribuindo litros e litros de água. Agora é a vez deste casal ser ajudado: o casal está a ser alvo de uma onda solidariedade, após ter sido revelado que estava a passar por dificuldades - Paulo Pereira perdeu o emprego e a companheira está doente.

Depois de o JN ter noticiado que o casal de Avanca, Estarreja, estava a atravessar uma fase difícil, gerou-se uma onda de solidariedade - de uma campanha de angariação de fundos no Facebook a propostas de emprego e ofertas de comida, passando por um convite para aparecerem no programa Manhãs da Comercial.

A página de Facebook Coração na Rua criou uma campanha de angariação de fundos para o casal, partilhando o NIB da conta bancária de Lucinda Borges, e foi mesmo criada uma página na mesma rede social com o título Ajuda ao casal herói da A1.

Uma entrevista da Rádio Comercial, esta terça-feira, contribuiu para levar a história a mais pessoas. Paulo Pereira contou que mesmo com a falta de dinheiro e de comida "iam andando", mas que com a doença de Lucinda tudo se tornou mais difícil, sobretudo porque têm uma filha adolescente. Foi nessa altura que foram contactados pelo JN para recordar a história do verão e acabaram por revelar as dificuldades que estavam a viver.

O resultado surpreendeu o casal. Ao JN, Lucinda revelou ainda que já foram contactados com ofertas de emprego "até do Camboja", acrescentando que já lhe ofereceram consultas em clínicas privadas no Porto e em Coimbra. Várias pessoas foram mesmo a casa do casal para lhes entregar comida e até dinheiro. "Nunca pensei que existisse tanta gente tão boa", disse a mulher de 34 anos ao jornal.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG