Bebé de grávida ligada à ECMO no São João no Porto já nasceu

Santiago nasceu pelas 12:20 de cesariana programada e sem complicações. A mãe e o bebé encontram-se bem.

A grávida com covid-19 e não vacinada, internada e ligada à ECMO no Hospital São João, no Porto, já teve o bebé, parto que decorreu de cesariana programada e sem complicações, anunciou esta quinta-feira a diretora do Serviço de Obstetrícia.

"É um rapaz, o Santiago, nasceu com 2.420 quilos e de cesariana programada e sem complicações, estando os dois, mãe e bebé, bem", descreveu Marina Moucho, em conferência de imprensa, nesta unidade hospitalar.

O parto decorreu na quarta-feira, pelas 12:20, acrescentou.

Reafirmando que correu "tudo bem", a médica adiantou que o parto foi feito com a mãe ligada à ECMO, um dispositivo de circulação extracorporal essencial ao tratamento de doentes críticos.

A mulher, de 35 anos, chegou sexta-feira ao Hospital São João, oriunda do Centro Hospitalar Tâmega e Sousa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG