A história entre Portugal e Marrocos em 5 vídeos

A presença de Portugal em Marrocos é grande tema dos cinco vídeos da autoria do arquiteto Frederico Mendes Paula, num projeto financiado pelo Instituto Camões

A presença de Portugal em Marrocos entre os séculos XV e XVIII é o tema de cinco vídeos da autoria do arquiteto Frederico Mendes Paula disponíveis no canal de vídeo do YouTube do Instituto Camões.

O projeto foi desenvolvido por iniciativa da Embaixada de Portugal em Marrocos, com financiamento do Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. Os vídeos serão produzidos em três línguas: português, árabe e francês.

O presidente do Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., João Ribeiro de Almeida, considera este projeto "um contributo importante para apresentar um aspeto menos conhecido da expansão marítima portuguesa, num suporte que pode tornar essa informação mais facilmente acessível a um público jovem".

Para o embaixador de Portugal em Marrocos, Bernardo Futscher Pereira, "é importante que a saga dos portugueses em Marrocos, desde a conquista de Ceuta em 1415 até à evacuação da cidadela de Mazagão em 1769 e à assinatura do Tratado de Paz em 1774, seja melhor conhecida".

"A presença portuguesa deixou em Marrocos um impressionante legado arquitetónico de grande interesse cultural e turístico. Portugal está disponível para colaborar com Marrocos para valorizar esse património, parte do qual está classificado pela UNESCO como património mundial", acrescentou.

Para o arquiteto Frederico Mendes Paula, este projeto é o culminar de um trabalho iniciado em 2014 com a criação do blogue "Histórias de Portugal em Marrocos" e a publicação de dois livros que se lhe seguiram, "Portugal em Marrocos, olhar sobre um património comum", em 2016, editado em língua portuguesa e francesa, e "Histórias de Portugal em Marrocos" em 2019.

O arquiteto Mendes Paula tem desenvolvido diversas iniciativas no domínio da promoção do património de origem portuguesa em Marrocos, tais como seminários e conferências, com destaque para duas ações de formação para guias de turismo marroquinos, em Marraquexe em 2017 e em El Jadida em 2018, a participação na reportagem da SIC "Marcas que o tempo não apagou" e a organização do evento "Efeméride dos 250 Anos da Evacuação da Praça de Mazagão", iniciativa da Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico, estas últimas no ano de 2019.

O exemplo mais marcante do património de origem portuguesa nas antigas praças fortes no estreito de Gibraltar e na costa atlântica é a fortaleza de Mazagão na cidade de El Jadida, uma das mais importantes obras da arquitetura militar do Renascimento português.

Com o recurso a mapas, fotografias, postais e gravuras antigas, este conjunto de vídeos explica e ilustra a forma como os portugueses se implantaram nas cidades costeiras de Marrocos a partir da conquista de Ceuta em 1415 e pretende retratar toda a história entre ambos os países.

"Guerras e Conquistas", "A Arquitetura Militar das Praças de Marrocos", "O Dia a Dia nas Praças de Marrocos", "As Praças do Norte e o Protetorado de Duquela", "De Alcácer Quibir ao Tratado de Paz" são os títulos dos cinco vídeos, cada um com uma duração de 30 minutos.

Em 2024 celebrar-se-á o 250º aniversário da assinatura do tratado de paz, oriundo da Batalha de Alcácer Quibir.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG