Três em cada dez alunos têm negativa a Matemática no 6.º ano

Estudo da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência revela que a Matemática e o Inglês são as disciplinas em que os alunos do 2.º ciclo têm maiores dificuldades

Em cada dez alunos que frequentam o 6.º ano de escolaridade, três não conseguem ter nota positiva a Matemática. Uma tendência que se começa a notar logo no quinto ano, onde um em cada quatro também é reprovado à disciplina.

O Inglês é a disciplina que se segue em termos de dificuldade com, respetivamente, 15% e 14% de chumbos no quinto e sexto ano.

Os dados constam do Estudo "Resultados Escolares por Disciplina - 2.º ciclo do Ensino Público", realizado pela Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC), e referem-se ao ano letivo de 2014-15, que antecedeu a entrada em funções do atual governo.

Num comentário a estes dados, o Ministério da Educação considerou que "a elevada taxa de classificações negativas a Matemática, associada a uma menor capacidade de recuperação nesta disciplina, sustenta a ineficácia da retenção e, sobretudo, a necessidade de agir aos primeiros sinais de dificuldade, como tem vindo a ser incentivado sobretudo nos anos iniciais de ciclo, no Programa Nacional de Promoção do Sucesso Escolar". O gabinete do ministro Tiago Brandão Rodrigues sublinhou ainda "a persistência da correlação entre baixo nível socioeconómico e baixos desempenhos escolares", defendendo que esta confirma a necessidade da gestão flexível que pretende implementar nas escolas, de forma a que "se possa gerir o currículo de forma adequada a cada contexto".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG