Teresa Leal Coelho aprovada por maioria na Distrital de Lisboa

A candidata escolhida por Pedro Passos Coelho para enfrentar Fernando Medina em Lisboa apenas teve um voto contra na reunião da comissão política distrital de Lisboa do PSD.

Teresa Leal Coelho teve 23 votos a favor, dois nulos, dois brancos e um voto contra, o que levou o presidente da Distrital de Lisboa do PSD, Miguel Pinto Luz, a sublinhar que "foi uma votação expressiva".

Perante as críticas internas e externas feitas à atual vereadora da Câmara de Lisboa por ter faltado à maioria das reuniões do executivo camarário durante os quatro anos de mandato, Miguel Pinto Luz garantiu que Teresa Leal Coelho só faltou porque esteve sempre envolvida no seu trabalho como deputada da bancada social-democrata. "Não esteve de férias nas Caraíbas!", frisou o também vice-presidente da Câmara de Cascais,

Miguel Pinto Luz refutou ainda a ideia de uma apresentação tardia da candidatura, lembrando que o PS também ainda não assumiu que Fernando Medina é o candidato do partido à principal autarquia do país. E classificou de "feira" todos os nomes que surgiram na comunicação social como tendo sido alternativos ao de Teresa Leal Coelho para encabeçar a lista do PSD nesta corrida autárquica.

O presidente da concelhia de Lisboa do PSD - que teceu críticas públicas ao processo de escolha de Teresa Leal Coelho, manifestando-se desconfortável por ter sido posto à margem do processo - veio esta tarde de domingo mostrar-se convicto na vitória da candidata.

Ao contrário do que era esperado, ficaram por conhecer os candidatos do partido às câmaras de Oeiras, Odivelas e Loures.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG