Quatro países admitidos como observadores associados da CPLP

O anúncio foi feito pelo Presidente do Brasil, Michel Temer, na sessão solene de abertura da XI conferência dos chefes de Estado e de Governo da CPLP

As candidaturas da Hungria, República Checa, Eslováquia e Uruguai foram aceites hoje, por aclamação, como observadores associados da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP).

Estes países juntam-se à ilha Maurícia, Namíbia, Senegal, Turquia, Japão e Geórgia.

O anúncio foi feito pelo Presidente do Brasil, Michel Temer, na sessão solene de abertura da XI conferência dos chefes de Estado e de Governo da CPLP, que decorre entre hoje e terça-feira em Brasília.

Pouco antes, Michel Temer recebeu do seu homólogo timorense a presidência rotativa bienal da comunidade.

A CPLP é constituída por Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.