Portugal eleito para a vice-presidência da Frontex

Diretor nacional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) vai substituir o homólogo alemão a partir do próximo mês de março.

Portugal foi eleito esta quarta-feira em Sofia, pelos membros do conselho de administração da agência europeia de fronteiras, para a vice-presidência desse órgão decisor da Frontex, disse fonte oficial ao DN.

O cargo vai ser exercido a partir de março pelo diretor nacional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), Carlos Matos Moreira.

Este responsável vai substituir o representante alemão naquele órgão de cúpula que reúne os diretores dos serviços de fronteiras dos Estados membros da UE.

O SEF é quem representa Portugal na Agência Europeia de Guardas Costeiras e de Fronteiras e o atual diretor está em funções desde meados de outubro de 2017.

Carlos Moreira entrou em 1991 para o SEF e foi, entre 2008 e 2017, oficial de ligação do Ministério da Administração Interna na Representação Permanente de Portugal junto da UE, em Bruxelas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG