PGR investiga patrocínio à Sociedade Portuguesa de Andrologia

Infarmed suspeitou do patrocínio que o laboratório Menarini, que comercializa medicamento contra a disfunção erétil, deu à Sociedade Portuguesa de Andrologia

A Procuradoria-Geral da República (PGR) abriu esta segunda-feira um inquérito relativamente ao patrocínio que um laboratório que comercializa um medicamento contra a disfunção erétil deu à Sociedade Portuguesa de Andrologia, na sequência de uma participação do Infarmed.

Em causa está o patrocínio que o laboratório Menarini, que comercializa um medicamento (SPEDRA) contra a disfunção erétil, deu à Sociedade Portuguesa de Andrologia (SPA), o qual terá levantado suspeitas ao Infarmed, que disse ter enviado dados sobre o assunto para o Ministério Público.

Questionada pela Lusa, a PGR confirmou a receção, durante a tarde desta segunda-feira, no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, de uma participação do Infarmed relacionada com aquela matéria, o que "deu origem a um inquérito".

O caso foi divulgado no Jornal da Noite da SIC de sexta-feira e, segundo este canal, está relacionado com uma campanha da SPA sobre as disfunções sexuais que coincidiu com o lançamento de um novo medicamento para tratar a disfunção erétil, cuja substância ativa é o Avanafil.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG