Ordem afirma que Hospital Garcia de Orta está a "despedir" enfermeiros

Em causa estão profissionais que se encontravam com contrato a termo incerto ou de substituição

Cerca de duas dezenas de enfermeiros estão a ser "despedidos" do Hospital Garcia de Orta, em Almada, segundo a Ordem dos Enfermeiros, que diz que a situação se verifica desde o início deste mês.

Numa nota divulgada esta terça-feira, a Ordem refere que estão em causa profissionais que se encontravam com contrato a termo incerto ou de substituição.

Ainda segundo a Ordem, foram depois admitidos profissionais com contrato a termo indeterminado.

A Ordem afirma que já pediu esclarecimentos ao conselho de administração do Hospital Garcia de Orta, indicando que não entende a razão pela qual não se mantiveram os enfermeiros que já estavam integrados nos serviços.

A bastonária Ana Rita Cavaco refere, na nota, que pretende ainda saber se foi solicitada autorização para converter os contratos de substituição em contratos por tempo indeterminado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG