Orçamento do Estado reserva 54 milhões de euros para o Simplex+ no próximo ano

A partir de hoje, cidadãos podem "identificar problemas e apresentar soluções" no site do programa

Com alguma pompa e circunstância, duas ministras e duas secretárias de Estado fizeram o balanço de seis meses do programa Simplex+ de 2016 e anunciaram que, a partir de hoje, os cidadãos podem "identificar problemas e apresentar soluções" no site do programa para o próximo ano.

Segundo a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, "o Simplex é a reforma do Estado", para a qual foram reservados "54 milhões de euros, no Orçamento do Estado de 2017, distribuídos por todas as áreas de governação e isentos de cativações".

Já a secretária de Estado da Modernização Administrativa, Graça Fonseca, sublinhou que, com 256 medidas incluídas no programa, a taxa de execução global é de 40%, em outubro de 2016. A taxa de execução aos 6 meses do programa sobe para 71%.

Na conferência de imprensa, realizada no Espaço Justiça do Ministério da Justiça participaram também a ministra da tutela, Francisca Van Dunem, e a secretária de Estado da Justiça, Anabela Pedroso.

Exclusivos