Ministro da Educação desmente pressões para passar alunos

"A notícia de que houve contactos com as escolas para facilitar é falsa", garantiu o governante

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, negou no parlamento a existência de pressões sobre os estabelecimentos de ensino para não reterem alunos em final de ciclo.

"A notícia de que houve contactos com as escolas para facilitar é falsa", garantiu o governante, em resposta ao deputado do PSD Amadeu Albergaria, não deixando de citar vários estudos que questionam a eficácia da retenção.

Tiago Brandão Rodrigues foi chamado à Assembleia da República, num agendamento do PSD cujo tema era a abertura do ano letivo, mas o tema passou ao lado da interpelação inicial de Amadeu Albergaria, focada quase integralmente no "caso" do ex-secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Menezes.

O ministro não respondeu às primeiras questões sobre este tema, levando Amadeu Albergaria a ameaçar chamar ao Parlamento o ex-secretário de Estado. Uma ameaça que gerou a indignação de vários deputados do PS, particularmente de Porfírio Silva.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG