MBA da Nova e Católica sobe 9 lugares em ranking

O The Lisbon MBA International, uma parceria entre as universidades Nova e Católica, subiu nove posições no 'ranking' do Financial Times, ocupando este ano o 52º lugar de melhor do mundo e único português no top 100.

O The Lisbon MBA International é uma parceria entre as duas escolas de negócios portuguesas (a Nova School of Business and Economics - Nova SBE - e a Católica-Lisbon School of Business and Economics) e o MIT Sloan School of Management.

Este ano, aquele curso português volta a ser o único MBA em Portugal entre os cem melhores, numa lista liderada pela Harvard Business School, dos Estados Unidos, segundo um comunicado da instituição de ensino.

Em segundo lugar do 'ranking' surge o MBA da Stanford Graduate School of Business e em terceiro o da London Business School.

A nota da Lisbon MBA explica que as tabelas do Financial Times (FT) são elaboradas com base em critérios que vão desde o salário dos alunos três anos após o curso, até à percentagem de mulheres no corpo docente.

No ano passado, o "Lisbon MBA" ficou em 61.º lugar e 15.º na Europa da lista que é feita com base em questionários online às escolas e antigos alunos.

Além de ser o único MBA em Portugal no Top 100 Global MBA Ranking do Financial Times, "The Lisbon MBA International" foi este ano considerado o segundo melhor no que toca ao retorno do investimento realizado pelos estudantes e o terceiro melhor do mundo em experiência internacional.

Segundo as universidades portuguesas que promovem este programa, 73 por cento dos alunos que se graduaram em 2011 estavam empregados ao fim de seis meses.

"O ordenado base pós-MBA foi, em média, de 62.200 euros [por ano]", acrescentam as duas instituições de ensino em comunicado conjunto, em que sublinham tratar-se do sétimo lugar a nível europeu e 27.º mundial no que diz respeito à compensação salarial.

A parceria entre a Nova School of Business and Economics e a Católica-Lisbon SBE compreende um MBA "part-time" com a duração de dois anos e um MBA internacional "full-time", associado ao MIT Sloan School of Managment.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG