Catorze barras fechadas devido à agitação marítima

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje na costa ocidental ondas de oeste/noroeste com 3 a 4 metros, passando a ondas de noroeste com 2 a 3 metros a partir da tarde

Catorze barras do Continente estão hoje fechadas a toda a navegação e outras cinco estão condicionadas devido à agitação marítima forte, de acordo com a Marinha Portuguesa.

Segundo a Marinha, as barras marítimas de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Douro, São Martinho do Porto, Ericeira, Alvor, Albufeira, Faro, Olhão, Tavira e Vila Real de Santo António estão fechadas à navegação.

As barras de Aveiro e da Figueira da Foz estão fechadas a embarcações de calado superior a 35 metros e a de Viana do Castelo a embarcações com 30 metros.

A Marinha indica ainda que as barras de Sesimbra e Setúbal estão fechadas a embarcações com calado inferior a 11 metros.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje na costa ocidental ondas de oeste/noroeste com 03 a 04 metros, passando a ondas de noroeste com 02 a 03 metros a partir da tarde.

Na costa sul prevê-se ondas de sudoeste com 1,5 a 2,5 metros diminuindo gradualmente para 1 a 1,5 m.

O Instituto prevê para hoje no continente céu geralmente muito nublado, diminuindo gradualmente a nebulosidade a partir do início da tarde, aguaceiros, diminuindo de frequência a partir da manhã.

Está também prevista queda de neve acima de 800/1000 metros na região Centro, sendo acima de 600/800 metros na região Norte e condições favoráveis à ocorrência de trovoada nas regiões Norte e Centro até ao início da tarde.

A previsão aponta ainda para vento fraco a moderado do quadrante oeste, sendo moderado a forte no litoral oeste até ao início da manhã e soprando forte, com rajadas até 80 quilómetros por hora, nas terras altas e pequena descida da temperatura mínima.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre 01 grau (na Guarda) e os 09 (em Lisboa) e as máximas entre os 06 graus Celsius (na Guarda) e os 15 (em Faro, Lisboa e Santarém).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG