Acionado Plano Especial de Emergência para Cheias na Bacia do Tejo

Nível de alerta amarelo devido a "risco significativo"

A decisão foi tomada pela Comissão Distrital de Proteção Civil devido à previsão de alagamentos e inundações decorrente da subida dos caudais do rio Tejo.

Em comunicado, o CDOS de Santarém adianta que a chuva que se tem sentido em Portugal e em Espanha "gerou um aumento considerável dos níveis hidrométricos e caudais do rio Tejo especialmente nos provenientes de Espanha".

Mantendo-se a situação atual, prevê-se que que os caudais lançados no Rio Tejo possam atingir os 2000m3/s em Almourol, ao longo do dia de hoje

Desde as 23:00 de sexta-feira que os caudais estão acima dos 1500m3 constituindo-se como "fator de risco muito significativo no galgamento das margens do Rio Tejo, tendo-se verificado hoje pelas 07:00 o maior caudal lançado pelo conjunto das barragens com influência no Rio Tejo com 2297m3/s", salienta a Proteção Civil.

"Perante os dados verificados e as consequências previsíveis", a Comissão Distrital de Proteção Civil decidiu ativar o Plano Especial de Emergência para Cheias na Bacia do Tejo no seu nível amarelo.

Segundo o CDOS de Santarém, as consequências do mau tempo já se fizerem sentir em alguns locais, nomeadamente em Constância, onde o parque de estacionamento junto ao Rio Zêzere ficou submerso, na Estrada Municipal 1348, entre Vale de Figueira e Ribeira de Santarém, onde o trânsito está condicionado.

Para as próximas horas, as previsões apontam que devem ficar submersas a Estrada Nacional 365 em Ponte do Alviela, a Estrada Municipal que liga Ribeira de Santarém a Vale de Figueira, a EN 365 em Palhais/Ribeira de Santarém e o parque de estacionamento da Ribeira de Santarém.

Perante esta situação, o Comando Distrital de Operações de Socorro de Santarém aconselha a população das zonas ribeirinhas do distrito a tomar medidas de precaução.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG