Marcelo diz que Constituição permite "criatividade" de deputado

José Manuel Coelho desfraldou a bandeira do Estado Islâmico no parlamento madeirense, onde estava o presidente

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, fez hoje a defesa da Constituição, que permite a diversidade de opiniões e a "criatividade" de manifestações como a de hoje, na Madeira, do deputado local do PTP, José Manuel Coelho.

"Este parlamento [da Madeira] é porventura o mais plural, mais diversificado do ponto de vista de opiniões em Portugal. Ainda mais que o parlamento nacional, mais que o parlamento regional açoriano", declarou o chefe de Estado no Funchal, no segundo de três dias de visita oficial à região.

Marcelo falava aos jornalistas num almoço na Quinta Vigia, residência oficial do presidente do Governo regional da Madeira, depois de o deputado do PTP na Assembleia Legislativa da Madeira, José Manuel Coelho, ter desfraldado de manhã uma bandeira do autoproclamado Estado Islâmico na sessão solene do Dia da Região e das Comunidades.

"Quando votei a Constituição em 1976, votei uma Constituição para ser aberta e ecuménica, [e com] as manifestações mais criativas. Portanto, a nossa democracia tem acompanhado essa criatividade, o que quer dizer que valeu a pena votar a Constituição", sublinhou Marcelo Rebelo de Sousa.

O deputado do PTP declarou na sessão de hoje que a "autonomia foi tomada de assalto pelo PSD num longo reinado de 37 anos: foram anos de muitas obras públicas, mas também de muita corrupção".

José Manuel Coelho considerou, por outro lado, que a justiça na Madeira "é uma farsa e não há liberdade de expressão".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG