Fernando Negrão nega que bancada votou à revelia de Rio

Líder parlamentar do PSD referiu que procedeu "como sempre" com Rui Rio

Fernando Negrão recusou reconhecer que o grupo parlamentar do PSD tenha votado à revelia da direção do partido, favoravelmente um projeto do CDS que, tendo sido aprovado na generalidade, visa a eliminação do adicional do ISP (imposto sobre produtos petrolíferos).

"Procedi com Rui Rio como sempre procedo", disse o líder da bancada do PSD aos jornalistas, sem no entanto, acrescentar mais detalhes. Negrão expressou dúvidas sobre a veracidade da notícia, que dava conta dessa votação à revelia do líder do partido, dizendo que "a direção do PSD é uma entidade abstrata e não emite opiniões" e acrescentando que "nunca se sabem quem são as fontes".

O líder da bancada parlamentar laranja disse ainda que o PSD vai fazer valer na discussão, na especialidade, o seu projeto de resolução sobre a mesma matéria. Um projeto de resolução não tem força vinculativa sobre o governo, ao contrário do que vai acontecer com o projeto-lei que o CDS consegui aprovar, na quinta-feira, com os votos do PSD.

Ler mais

Exclusivos