Homem detido por abuso sexual de criança volta para a prisão pelo mesmo crime

Suspeito encontrava-se em liberdade condicional, depois de condenado por crime contra a sua filha.

Um homem de 52 anos foi detido por suspeita do crime de abuso sexual de criança agravado e, após ter sido interrogado por um juiz de instrução criminal, ficou em prisão preventiva, informou esta quinta-feira o Ministério Público.

Segundo adianta a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL), o arguido, que já tinha sido condenado a uma pena de prisão de nove anos e seis meses pela prática do mesmo crime contra a sua filha, encontrava-se em liberdade condicional e sujeito à obrigação de não voltar a aproximar-se da filha, nem estar desacompanhado junto de crianças e afastar-se de locais frequentados por menores.

No decurso do período de liberdade condicional, o arguido foi residir para casa de uma mulher com quem manteve uma relação amorosa, praticando atos sexuais com a filha menor daquela, uma criança de nove anos.

O inquérito foi dirigido pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, com a coadjuvação da Polícia Judiciária.

Exclusivos

Premium

Contramão na autoestrada

Concessionárias querem mais formação para condutores idosos

Os episódios de condução em sentido contrário nas autoestradas são uma realidade recorrente e preocupante. A maioria envolve pessoas idosas. O tema é sensível. Soluções mais radicais, como uma idade para deixar de conduzir, avaliação médica em centros específicos, não são consensuais. As concessionárias das autoestradas defendem "mais formação" para os condutores acima dos 70 anos.